Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2012
Neste quarto escuro eu tento enxergar meus sonhos que se perderam nesta madrugada ao abrir de meus olhos; Está difícil me manter forte neste mundo claro, sabendo que quando eu durmo, por mais tristes e obscuros que sejam meus sonhos, comparando ao mundo que me encontro acordado se torna apenas um pesadelo passageiro, quebrado com o nascer do sol de mais um dia monótono que acaba de se iniciar […]. Enfim acordo, e tomo minha dose de loucura diária, pra ter a ousadia de levantar da cama e guerrear contra o dia lá fora, infestado de mortandades que me assombram do acordar até a hora de dormir.     O quarto já não está tão escuro, a claridade está invadindo, meus sonhos se perderam de vez, e a morte lá fora me convida pra dançar.(Prisioneiro da Morte)